Saiba como calcular o consumo de combustível do carro

Saber como calcular o consumo de combustível do carro é importante e, felizmente, simples: basta recorrer a cálculos matemáticos.

O combustível é, provavelmente, um dos temas que mais dá a volta à cabeça dos condutores na hora de fazer contas. Por isso, ara ajudar, neste artigo vamos misturar matemática com o setor automóvel.

Por outras palavras, nada como uma simples fórmula matemática para ajudar a controlar os gastos com o consumo de combustível.

No entanto, antes é importante fazer um pequeno enquadramento das normas em vigor para medir o consumo de combustível automóvel, por forma a que compreenda os cálculos que deve, depois, realizar.

Como é que os fabricantes calculam o consumo de combustível?

Apesar de descurada pelos condutores nestes cálculos, esta é uma questão bastante pertinente para responder à principal questão de como calcular o consumo de combustível do carro.

Quantas vezes é que os valores padrão fornecidos pelos fabricantes são iguais aos valores reais de consumo?

A resposta é: muito poucas vezes. Esta discrepância também acontece exatamente pela forma como os fabricantes calculam e medem esse valor. Isto porque, os cálculos apresentados dizem respeito a testes efetuados pelas marcas em laboratório e estrada.

Os testes de laboratório são estimativas, baseados na relação motor/combustível. Já os testes de estrada são realizados com excelentes condições atmosféricas e rodoviárias. Este é um fator que influencia o desempenho do carro.

Contudo, para ajudar os fabricantes neste processo, foram criadas, então, normas para regularizar todo este processo.

Normas internacionais rodoviária para controlar o consumo automóvel

Para medir o consumo, os fabricantes de automóveis também têm de seguir medições de acordo com os regulamentos europeus. No caso, as normas do WLPT.

O que é o WLTP?

Em vigor desde 2018, a WLPT – Worldwide Harmonised Light Vehicle Test Procedure (em português, Procedimento Mundial Harmonizado de Teste de Veículos), é um procedimento de teste que fornece uma análise mais realista do consumo de combustível e das emissões de CO2 de um veículo.

Todos os veículos registados pela primeira vez pelos fabricantes devem ser certificados pelo WLTP.

Em que consiste o teste realizado segundo o WLPT?

O consumo de combustível é apresentado para quatro situações de condução distintas: veículos a gasolina, diesel, híbridos e híbridos plug-in.

Em cada estilo de veículo são medidas diferentes situações (travagens, acelerações, paragens), com diferentes velocidades padrão: baixa, média, alta e muito alta.

Esta foi a forma encontrada para uniformizar e tornar ainda mais reais os valores de consumo de combustível. Uma vez que reflete, de várias maneiras, situações quotidianas de condução de cada um destes veículos.

A partir deste exemplo percebe-se também os valores finais de cada veículo. Há uma série de contas que os fabricantes têm de fazer para não perderem dinheiro. Isto porque, o consumo de combustível e as emissões de CO2 andam de mãos dadas (quanto mais consumo, mais emissões de CO2).

Isto faz com que faz com que as marcas tenham então de pagar um valor consoante o nível de CO2 que cada veículo emite.

Importa também referir que, apesar destas normas padrão, existem muitos fabricantes que procuram tirar proveito das mesmas. Num mercado onde a concorrência é feroz, muitos são aqueles que procuram lacunas nos regulamentos de homologação.

É por isso que existem tecnologias como o sistema Start/Stop nos semáforos ou o Cilinder on Demand da Audi, que “desliga” os cilindros quando estes não são necessários para “ajudar” a estimar valores de consumo de combustível.

Agora que estão analisadas as normas em vigor e todo o processo de como calcular o consumo de combustível do carro durante o processo de fábrica, chegou a hora da matemática.

Como calcular o consumo de combustível do carro: um exemplo prático

Se quer garantir então que sabe sempre qual o gasto do seu carro, basta fazer uma simples conta de matemática.

Temos como exemplo um dos carros mais vendidos em Portugal, em 2019: o Peugeot 208 com motor 1.5 BlueHDi, diesel. O consumo médio é de 4,1L/100 km, e o depósito de combustível tem capacidade para 41 litros.

Assim sendo, se dividirmos 41 (a capacidade do depósito) por 4,1 (consumo médio) e multiplicarmos esse resultado por 100 (distância percorrida), sabemos que a autonomia deste veículo será de 1000 km. Consideramos este valor se começarmos o percurso com um depósito cheio e o esvaziarmos completamente até ao final da viagem.

Como é que tudo se processa

Com efeito, para saber como calcular o consumo de combustível do carro deverá, então, estar preparado para duas viagens à bomba de gasolina:

  • Encha o depósito até ao fim;
  • Coloque o conta-quilómetros a zero e faça uma utilização normal do carro;
  • Volte à bomba e encha o depósito novamente.

Agora, é tempo de voltarmos à Matemática e a um exemplo prático.

Imaginemos que percorreu exatamente 550 km e que colocou exatamente 41 litros. Só tem de dividir os litros (41) pelos quilómetros percorridos (550) e multiplicar por 100.

Feitas as contas, o valor será 7,4. Assim sendo, está encontrado o consumo médio do seu veículo: 7,4 litros por cada 100 km percorridos.

De seguida basta olhar para a bomba de gasolina e ver quantos litros de combustível teve de abastecer. Foi esse o consumo de combustível que o seu carro fez.

No entanto, já que nesses 100 quilómetros pode ter tido uma condução atípica, nada como seguir estes passos:

  • Ateste o depósito de combustível;
  • Coloque o conta-quilómetros a zeros;
  • Conduza até esvaziar o depósito;
  • Volte a atestar;
  • Faça as contas.

Para isso basta recordar a regra de três simples: multiplique por 100 o número de litros que abasteceu na segunda vez e divida pelo número de quilómetros percorridos.

Saber como calcular o consumo de combustível do carro é poupar

Agora que já sabe como calcular o consumo de combustível do carro de forma simples e eficaz, não se esqueça: se fizer sempre estas contas saberá exatamente os valores gastos pelo seu automóvel em todas as viagens.

Além disso, através desta pequena lição, está também mais consciente para uma condução mais eficiente e eficaz, de forma a evitar grandes consumos de combustível.

Mais ainda, esta é também uma excelente forma de poupar nos gastos automóveis.

Aviso Legal

O Ekonomista disponibiliza e atualiza informação, não presta serviços de aconselhamento fiscal, jurídico ou financeiro. O Ekonomista não é proprietário nem responsável pelos produtos e serviços de terceiros apresentados, por conseguinte não será responsável por quaisquer perdas ou danos que possam resultar de quaisquer imprecisões ou omissões. A informação está atualizada até à data apresentada na página e é prestada de forma geral e abstrata, tratando-se de textos meramente informativos, pelo que não constitui qualquer garantia nem dispensa a assistência profissional qualificada. Se pretender sugerir uma atualização, por favor, envie-nos a sua sugestão para: [email protected].

E-konomista

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *